Detalhe do Mapa de Waldseemuller, América Central - Cuba, Golfo do México, 

passagem entre oceanos - ano 1507

O MAPA MAIS CARO DO MUNDO (3)

O mistério do Pacífico


O mapa de Waldseemuller tem vários aspectos fascinantes e alguns misteriosos. Por exemplo, ele é o primeiro mapa-múndi que ilustra a existência do Oceano Pacífico - mas como isso foi possível, em 1507, se os europeus só foram conhecer aquele oceano quase uma década depois? 

Há outros mistérios (p. ex. a representação dos Andes e da ligação entre os oceanos Atlântico e Pacífico) que intrigam os pesquisadores até hoje. Como este documento foi baseado no Atlas de Ptolomeu e nas anotações das viagens de Américo Vespúcio, principalmente a sua descoberta do "Novo Mundo", a chave do mistério provavelmente estava com ele. 

De qualquer forma, Vespúcio e Colombo não foram os descobridores da América: quase 70 anos antes deles, o chinês Zheng He esteve no continente com uma frota de 300 navios e 28 mil tripulantes. Também os vikings passearam à vontade por lá entre os anos 985 e 1013 - foram milhares deles, em seis grandes expedições. Até o rei da Noruega, Magnus Eriksonn, visitou Minesota, em 1354. Era uma verdadeira festa. 

Então, a gente fica pensando: não teria algum deles elaborado indicações cartográficas que, de alguma forma, chegaram ao conhecimento de Waldseemuller? Isso é assunto para outro dia e novo mapa...

Embora eu não concorde plenamente com o autor, recomendo a leitura de um interessante artigo em inglês, de Peter Whitfie, sobre a questão do Pacífico.

Celso Serqueira e-mail do autor

  > fechar <

www.serqueira.com.br

© Copyleft 2005 CMS