Mosaico de Madaba, 565 d.C

UM GUIA QUATRO RODAS DA ERA BÍBLICA

Aproveitando os resquícios do espírito de Natal, apresentamos um interessante painel da terra de Jesus de Nazareth. Nenhum apreciador de mapas antigos pode desconhecer esta bela peça pictórica que, embora pareça pequena na foto, mede mais de 25 metros quadrados.

Este documento é a mais antiga representação gráfica de Jerusalém, e um precioso guia arqueológico da cidade na era bizantina. Trata-se de um mosaico feito com dois milhões de pedras coloridas, há 1.440 anos, para decorar o piso de uma igreja bizantina, na cidade bíblica de Madaba, na atual Jordânia. 

A obra representa a Terra Santa, desde o Líbano até o Egito, incluindo Sinai, Israel, Palestina e Cisjordânia, detalhando montanhas, rios, vales, cidades, ruas e até locais de banho e pesca no rio Nilo.

Dos 94 m² do painel original, somente 25 m² estão preservados e sua importância é enorme para o estudo da arte, história e topografia dos tempos bíblicos. Só a seção relativa à cidade sagrada de Jerusalém tem 156 referências a fatos e lugares citados no livro sagrado - por exemplo, a indicação precisa dos locais do Santo Sepulcro e da Via Cardus Maximus.

O mosaico foi descoberto acidentalmente em 1897, durante a construção da nova Igreja Ortodoxa Grega de São Jorge sobre as ruínas do templo bizantino. Atualmente, é uma atração turística internacional.

Celso Serqueira e-mail do autor

   > fechar <

www.serqueira.com.br

© Copyleft 2005 CMS